Não adianta dizer que abrir arquivos anexos é perigoso mesmo quando conhecemos a pessoa que o enviou. Até porque, com o mínimo de cuidado é possível diferenciar bem um e-mail autêntico de um “spam” (lixo eletrônico) que pode conter vírus, spyware ou mesmo propagandas indesejadas.

Regra mais importante: nunca, novamente… NUNCA acredite em e-mails que chegam do seu banco, da Receita Federal, Correio, Tribunal Eleitoral ou quaisquer órgãos que peçam para confirmar seus dados clicando no link do e-mail. NENHUM BANCO OU ÓRGÃO PÚBLICO PEDE DADOS POR E-MAIL.

Ignorando esse tipo de e-mail, 90% dos problemas serão evitados.
Geralmente os crackers (pessoas que usam seus avançados conhecimentos de informática para roubos e/ou vandalismos na internet — não confundir com hackers que são pessoas que também têm conhecimentos avançados, porém não o utilizam para o mal) fazem uso destes e-mails para levar o internauta à uma página idêntica à do banco, por exemplo, mas falsa; e ao digitar conta e senha, “ferrou-se” pra falar em português claro….

Muitos idiotas se utilizam de tragédias para fisgar o curioso internauta e conseguir invadir seu computador… Para citar fatos recentes, circularam e-mails convidando a ver vídeos e fotos exclusivas dos acidentes de GOL e TAM, e mais recentemente, da menina Isabella. Para esses casos, desculpe, mas acho até merecido que a pessoa tenha o computador infestado por vírus e spywares. Já que precisa ter um caráter duvidoso para querer ver tais coisas…

Como identificar e-mails verdadeiros

Como fazer então para confiar plenamente naquele link que leva ao Orkut ou para uma galeria de fotos da última viagem do seu amigo ou parente?

Não é difícil…

Antes de clicar em qualquer link ou preencher qualquer formulário (em sites) certifique-se de que o link é realmente válido. Ao passar o mouse sobre o link, pode-se ver na parte de baixo do navegador (barra de status) ou programa de e-mails, o endereço para onde você será levado. Se notar algo estranho, como grafia incorreta (ex: 0rkut - com ‘zero’), ou endereço diferente daquele que diz ser (http://www.orkut.com | Itaú, Bradesco, etc. — passe o mouse e olhe para a barra de status), NÃO CLIQUE. Geralmente os sites de banco ou orkut, apresentam um desenho de CADEADO na barra de endereços ou na barra de status, que demonstra se tratar de um site seguro.

Se ainda assim ficar em dúvida se o site do seu banco é realmente o verdadeiro, pode digitar sua senha de forma incorreta para ver se aparecerá mensagem de erro ou se aceitará a senha errada. Se aceitar é porque o site é falso e você deve receber uma resposto do tipo “obrigado por confirmar seus dados, volte mais tarde” etc, etc. Pois o criminoso já conseguiu o que queria: seus dados.

Quanto aos e-mails, se o nome do arquivo que receber em anexo, terminar com extensões executáveis, como “.exe” ou “.com” ou “.bat” ou “.reg” ou “.src”, NÃO ABRA. Muitos usam ainda a extensão “.JPG.scr” para tentar enganar o usuário.

Agindo dessa forma é possível evitar quase todos os e-mails maliciosos que você receber.

No mais é “chover no molhado”… Use um antivírus, mesmo que seja gratuito como AVG e Avast que podem ser encontrados em sites como “baixaki” e “superdownloads” nas versões em português. E não esqueça de configurá-lo para atualizar-se automaticamente.
Use um antispyware, Spyware Terminator ou Spybot, por exemplo, ambos gratuitos e encontrados facilmente nos sites acima.

E por último, um firewall, seja um software de terceiros como ZoneAlarm que tem versão gratuita, quanto o do próprio windows. Para verificar se ele está ativado clique em Iniciar > Painel de Controle > Segurança > Firewall do Windows e clique em “Ativar e Desativar o Firewall do Windows”. Se não estiver ativado, marque o botão “Ativado (Recomendado)”.

Se quiser ainda mais segurança, troque o Internet Explorer pelo Firefox, que cresce cada vez mais e é comprovadamente mais seguro contra às ameaças da web, e mais uma vez, também gratuito.
É isso.